Skip to Store Area:

Evangelismo Vivo

Manual de Evangelismo Pessoal - Parte A

Edição 2010


“Este material pode ser copiado e livremente distribuído desde

que seja mantida a fonte e que dele não se faça uso comercial.”

 “Para adquirir este texto em forma de livro acesse a página

“Manual de Evangelismo Pessoal” deste mesmo site.”

 

INDICE

APRESENTAÇÃO

PARTE I – EVANGELIZAÇÃO PESSOAL

01 - Porque Evangelismo Pessoal

02 - Eu Posso Evangelizar?

03 - E Qual é a Mensagem?

04 - Quando e Onde Evangelizar

05 - Como Iniciar e Manter o Contato com uma Pessoa

06 - Como Apresentar o Plano de Salvação

07 - Evangelize com o seu Testemunho Pessoal

08 - Como Realizar Visitas para Evangelização

 

PARTE II – EVANGELIZAÇÃO DE CRIANÇAS

09 - E as Crianças, não Vamos Evangelizá-las?

10 - Atividades com Crianças

11 - Onde Encontrar as Crianças

12 - Quando Falar de Jesus para as Crianças

13 - Como Conduzir uma Criança a Jesus

 

PARTE III – ORIENTAÇÕES IMPORTANTES

14 - Conselhos para Evangelizadores

15 - Livros, Editoras e Missões

 

APRESENTAÇÃO

Sobre este Manual

Acreditamos que a tarefa mais importante da igreja de

Jesus Cristo neste mundo é anunciar o Evangelho.

Tudo o que a igreja fizer sempre deverá ter como

objetivo final mostrar ao mundo que Jesus Cristo é o

Filho de Deus, e que Jesus foi enviado por Deus para ser

o Salvador do mundo.

Se você também pensa assim, então estamos juntos

nessa nobre tarefa de levar a poderosa mensagem do

Evangelho aos que ainda não conhecem Jesus.

Sentimo-nos muito felizes em lhe oferecer esta

ferramenta valiosa chamada “Manual de Evangelismo

Pessoal”.

Este livro trata dos aspectos práticos que envolvem o

evangelismo pessoal. Você não gastará muito tempo para

ler e nem necessitará de muito esforço para entendê-lo.

Simples como o Evangelho, ele está ao alcance de todo

aquele que se alegra em “falar de Jesus ao mundo”.

As citações bíblicas deste Manual foram extraídas da

Bíblia RC - Almeida Revista e Corrigida, editada pela

SBB.

 

Sobre a ABS Vida

A ABS Vida - Agência Evangélica de Busca e

Salvação é uma missão evangélica, brasileira e que serve

a Jesus em todas as denominações.

Tem como missão:

anunciar o Evangelho do Senhor Jesus

incentivar a evangelização

apoiar de forma prática os evangelizadores

Seu nome traz a mensagem de busca e salvação para

uma vida abundante. São palavras de Jesus, juntando-se

o versículo

“Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o que se

havia perdido” (Lucas 19:10)

com o versículo

“...eu vim para que tenham vida e a tenham com

abundância” (João 10:10b).

A ABS Vida nasceu em junho de 1995 e desse início

ela traz um marco glorioso e inesquecível. A sua primeira

atividade foi a distribuição de 400 bíblias adquiridas da

Editora Vida, as quais, conforme dizia a carta recebida

dessa editora, haviam sido:

“Impressas na Rússia, nas mesmas gráficas que antes

imprimiam literatura combatendo os cristãos e negando

a existência de Deus".

 

Trabalhando com evangelizadores, a ABS Vida já

distribuiu material de evangelismo em todos os estados

brasileiros.

Em 30 de junho de 2010 tinha alcançado as seguintes

quantidades:

9.936 .......... Bíblias

27.840 ........ Novos Testamentos

9.258 .......... Evangelhos

1.812 .......... Filmes “Jesus” para adultos

1.548 .......... Filmes “Jesus” para crianças

8.871 .......... Livros “Manual de Evangelismo Pessoal”

6.260.000 ... Folhetos de Evangelização (*)

(*) 5.650.000 folhetos de evangelização para adultos e

610.000 folhetos de evangelização infantil.

 

Dentre os seus muitos evangelizadores, cabe uma

referência especial à evangelizadora Rosária Agudo

Lopes Garcia. Quando era paciente de câncer no Hospital

A.C. Camargo (São Paulo-SP), a cada ida a esse hospital,

para acompanhamento ou radioterapia, já com mais de 85

anos de idade, sempre levava uma porção de Bíblias. Era

a esperança de vida eterna para aqueles que temiam pela

sua vida terrena. Ao longo de suas idas ao hospital, ela

distribuiu mais de 300 exemplares da Bíblia Sagrada.

Por mais de 5 anos (2002 a 2007), a ABS Vida

manteve o programa de rádio Estação Vida em emissora

FM na cidade de São Paulo – SP.

A ABS Vida também está na Internet. Visite o site:

www.absvida.com.br

 

A ABS Vida se dedica à evangelização por acreditar

que o Evangelho é uma expressão do amor de Deus e que

“Quem Ama Evangeliza”.

 

 

PARTE I - EVANGELIZAÇÃO PESSOAL

 

01 - PORQUE EVANGELISMO PESSOAL

 

Conta-se, numa alegoria, não em texto bíblico,

que, após Jesus realizar a obra salvadora aqui

na terra, completada com a sua morte e sua ressurreição,

subiu ao céu e encontrou-se com um anjo. Este lhe

perguntou o que seria da igreja que ele havia iniciado, já que

subira ao céu e fisicamente não poderia mais estar presente

no mundo e dar continuidade à sua obra. Jesus respondeu:

“Preparei e deixei na terra os meus discípulos, formando

uma igreja, eles continuarão a minha obra e prepararão

outros que farão o mesmo, até a minha volta”.

Insistiu o anjo:

“Mas, Senhor, tu deixastes uma obra tão nobre e

importante como essa, de salvação das almas da

perdição eterna, pela qual sofrestes e entregastes a tua

vida, nas mãos de homens?”.

A estas palavras, Jesus completou:

“Não tenho outro plano”.

 

Se observarmos como o Evangelho tem se expandido

ao longo dos tempos, a começar pelo livro de Atos dos

Apóstolos e chegando até aos nossos dias, certamente

iremos concluir que tal expansão muito se deveu à

evangelização pessoal, isto é pessoa falando com pessoa.

Jesus gastava muito do seu tempo falando a poucas

pessoas e também preparando os discípulos para

continuarem a evangelização do mundo.

 

Veja quanto tempo Jesus se deteve com a mulher

samaritana, travando um longo diálogo! E qual o

resultado? Ela foi à cidade e anunciou aos seus habitantes

tudo o que tinha ouvido e "muitos dos samaritanos

daquela cidade creram nele, pela palavra da mulher"

(João 4:39). A mulher se tornou um evangelizadora

pessoal no mesmo dia que creu em Jesus.

 

Observe como as pessoas se achegam a Jesus. Talvez

também tenha acontecido com você ou com pessoas que

você conhece. Na maioria das vezes, tudo se iniciou com

um contato pessoal, seguido por um convite para ir à igreja.

Evangelização pessoal, a sublime tarefa que Jesus

entregou, não a anjos, mas a homens e a mulheres tais

como você e eu.

 

 

02 - EU POSSO EVANGELIZAR ?

 

Quem pode evangelizar?

Todos os salvos em Jesus Cristo podem evangelizar.

Evangelizar significa anunciar as boas novas, o chamado

de Deus para que toda criatura creia em Jesus como Filho

de Deus e o receba como Salvador de sua alma.

 

Há uma vida futura na eternidade e esta poderá ser na

presença de Deus, para quem recebe a Jesus como seu

único e suficiente Salvador, ou poderá ser longe de Deus,

para quem recusa a Jesus, não aceitando o Evangelho.

 

Você pode evangelizar se já aceitou a Jesus como

Salvador, foi batizado nas águas e está em comunhão

com a igreja e com o pastor. É recomendável que sua

atividade de evangelizador seja de conhecimento do seu

pastor e, se for possível, tenha o seu apoio.

 

Após uma evangelização bem sucedida, segue-se a

conversão, o batismo e a entrada do novo convertido na

igreja. Depois de estar certo que o novo convertido

começa a ser discipulado, então o evangelizador pode

buscar novas almas.

 

Quem ama evangeliza

A primeira razão para evangelizarmos tem origem

numa ordem divina. Jesus disse (Marcos 16:15): “Ide por

todo o mundo, pregai o Evangelho a toda criatura”.

Parece-nos, no entanto, que as coisas feitas debaixo

de ordens não nos trazem entusiamo e não resultam em

melhor qualidade. Nessa ordem de Jesus, há, também,

uma motivação valiosa que certamente nos fará agir.

 

Se já aceitamos a Jesus como nosso Salvador e se Ele

é o nosso Senhor, em nosso coração habita o Espírito

Santo e a sua poderosa ação nos torna uma pessoa

diferente. O nosso coração, outrora de pedra, como diz a

Bíblia, se transformou num coração de carne, passando a

ser um coração aberto para o amor de Deus.

 

Quando provamos o amor de Deus, uma vida nova e

verdadeira surge dentro de nós. Então o amor de Deus

nos leva a agir como Ele agiu. Jesus disse que “ninguém

tem maior amor do que este: de dar alguém a sua vida

pelos seus amigos” (João 15:13). A própria vida é o

máximo que se pode dar, e Jesus assim fez. Ao entregar a

sua vida por nós, Ele nos tornou cativos desse amor. Se

somos dele, certamente queremos nos parecer com Ele.

 

Aqui está a verdade do amor de Deus: Jesus entregou

a sua vida para salvar as nossas almas da perdição eterna.

Ora, o amor de Deus não pode ficar retido dentro de nós,

isso impediria o plano de Deus de alcançar a todo ser

humano.

Você foi amado por Deus. Você já provou e viu que

esse amor é verdadeiro. Então, com certeza, sabe que

Deus espera que você se torne um instrumento para Ele

também abençoar as outras pessoas.

 

Portanto, se você evangeliza alguém, não faz isso

apenas porque Jesus ordenou, e Ele de fato ordenou, mas

porque quer repartir o grande amor que recebeu de Deus.

Quer testemunhar que Deus tem o verdadeiro amor,

amou você e por meio de você deseja salvar aqueles que

ainda não ouviram falar do Evangelho.

 

 

03 – E QUAL É A MENSAGEM?

 

Tratamos aqui da mensagem a ser entregue, das boas

novas que todo homem precisa ouvir. Se você já aceitou

Jesus como Salvador e se Jesus é o Senhor da sua vida,

certamente você já sabe o que precisa falar para quem

ainda não tem Jesus.

Vamos, no entanto, sugerir um roteiro, sob a forma de

passos, que você poderá seguir quando falar a alguém

sobre Jesus.

 

Primeiro Passo

Explicar para a pessoa que está sendo evangelizada que

todo ser humano está distanciado de Deus, desde o

pecado de Adão, e tem uma grande dívida para com o seu

Criador pelos pecados que ele mesmo cometeu,

merecendo a condenação eterna.

 

Segundo Passo

Para o grande problema do homem, Deus preparou uma

solução mais do que suficiente: Jesus Cristo. Sem pecado

algum, Jesus entregou a sua vida na cruz do Calvário,

assumindo o lugar do homem pecador e pagando toda a

dívida que o homem tinha com Deus. Jesus Cristo

também ressuscitou, garantindo a todos aqueles que o

aceitam a certeza de uma vida eterna junto dele.

 

Terceiro Passo

A salvação é dada gratuitamente por Deus e pode ser

alcançada pelo homem por meio da fé no nome do

Senhor Jesus. É necessário que o homem se arrependa de

seus pecados, creia em Jesus como Filho de Deus,

reconheça que Jesus morreu na cruz por seus pecados e

declare que Jesus Cristo é o seu Senhor.

 

Para os evangelizadores novatos

Se você encontrar dificuldades para seguir o roteiro

acima indicado, atenção: não desista. A mensagem que

você está levando aos homens é muito poderosa e não

depende da sabedoria humana. Faça o seguinte:

Fale o que você sabe sobre Jesus,

Recheie suas palavras com testemunhos de bênçãos

que você ou alguém da sua família ou algum

conhecido recebeu de Jesus,

Entregue alguma literatura evangelística: um folheto,

um evangelho, um novo testamento ou até mesmo uma

Bíblia,

Convide essa pessoa para visitar uma igreja

evangélica, e

Se for possível, ofereça-se para acompanhá-la até a

igreja no dia de culto ou, então, forneça-lhe o endereço

de forma bastante clara.

 

Em qualquer situação, trate bem a pessoa que você está

evangelizando. Pergunte-lhe o nome e chame-a sempre

pelo seu nome. Não faça rodeios, apresente claramente a

Palavra de Deus, poupando o seu tempo e o tempo do seu

ouvinte.

 

 

04 - QUANDO E ONDE EVANGELIZAR

 

O tempo do Evangelho é Hoje

A evangelização sempre teve um caráter de urgência,

conforme disse Jesus em Mateus 24:14: “E este

Evangelho do Reino será pregado em todo o mundo, em

testemunho a todas as gentes, e então virá o fim”.

Cremos que Jesus queria dizer que a sua volta poderia ser

apressada pela atitude da igreja ao anunciar as boas novas

de salvação.

 

Quanto mais nos dedicamos à evangelização, mais

pessoas ouvirão as boas novas e, assim, apressamos a

volta de Jesus. Pense nisso. A sua ação de evangelizador

pode adiantar a volta de Jesus!

Há um outro motivo para vermos o anúncio do

Evangelho como uma tarefa urgente. Muitas vidas estão

morrendo sem Jesus, indo para a eternidade sem terem a

oportunidade de conhecer o amor de Deus. Sem conhecer

o poder purificador do sangue de Jesus. Se Deus nos

amou, então esse mesmo amor nos constrange a amar a

nossos semelhantes. E a lhes oferecer a mesma graça que

alcançamos, a saber, a vida eterna pela fé em Jesus

Cristo.

 

Jesus nos avisou que chegará um tempo quando não

mais será possível anunciar o Evangelho, em João 9:4:

“Convém que eu faça as obras daquele que me enviou,

enquanto é dia; a noite vem, quando ninguém pode

trabalhar”.

Veja também o que o Apóstolo Paulo recomendou a

Timóteo (II Timóteo 4:2): “que pregues a palavra, que

instes a tempo e fora de tempo...”. Acreditamos que

Paulo queria nos dizer para pregar o Evangelho no tempo

de Deus e o tempo de Deus é Hoje.

 

Assim como o Evangelho deve ser pregado com

urgência, também quem ouve deve ser orientado a

decidir-se logo, não perder a oportunidade que poderá ser

a última, pois a Bíblia afirma (Hebreus 3:7,8): “Portanto,

como diz o Espírito Santo, se ouvirdes hoje a sua voz,

não endureçais o vosso coração”.

Evangelizador, aproveite todas as oportunidades, faça

a obra de evangelização com ousadia e coragem, na

direção de Deus. Não se atemorize diante das situações

adversas.

Lembre-se de que você está levando um remédio para

salvar almas perdidas. Será melhor entregar a mensagem

de salvação com dificuldades do que esperar um

momento perfeito e este momento nunca vir a acontecer.

Veja o que diz Provérbios 24:11: “Livra os que estão

destinados à morte e salva os que são levados para a

matança, se os puderes retirar”.

 

Onde Evangelizar

A indicação mais clara de onde anunciar o Evangelho

foi dada por Jesus, quando disse (Atos 1:8): “Mas

recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir

sobre vós; e ser-me-eis testemunhas tanto em Jerusalém

como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da

terra”.

Jerusalém pode significar as pessoas que vivem

conosco: nossos familiares, vizinhos, colegas de escola e

de trabalho. Judéia e Samaria, as pessoas próximas de

nós, mas com as quais não temos contato: as pessoas dos

bairros e das cidades próximas. Por último, confins da

terra representaria as pessoas mais distantes, moradoras

de outros estados e países.

 

Jesus não tem preferência por uma ou outra pessoa,

mas quer que todos ouçam as boas novas da Salvação.

Assim, a igreja de Jesus deve dedicar atenção a todas as

pessoas ao mesmo tempo, buscando alcançar a todos os

lugares. Jesus também disse (Marcos 16:15): “Ide por

todo o mundo, pregai o Evangelho a toda criatura”.

 

Então, onde evangelizar? Vamos examinar o Novo

Testamento e ver em quais lugares os primeiros

evangelizadores, a começar por Jesus, anunciaram as

boas novas do Reino de Deus. Abra a sua Bíblia em

Lucas 8:1 e você verá Jesus pregando o Evangelho nas

cidades e aldeias; em Atos 5:42, os apóstolos anunciando

a Jesus Cristo no templo e nas casas; em Atos 16:31,

Paulo e Silas pregando na prisão e no mesmo livro de

Atos, agora 8:29, o diácono Filipe pregando durante uma

viagem.

 

Assim, o plano de evangelização da igreja do Senhor

Jesus deve ser: “todas as pessoas em todos os lugares”

 

Algumas sugestões

Como exemplos, relacionamos alguns lugares onde se

pode anunciar o Evangelho, tanto por contato pessoal

como distribuindo literatura evangelística (folhetos,

porções bíblicas, jornais e revistas bíblicas, Bíblias, etc).

Nas filas: comércio, ônibus, bancos,

Nas portas: de bancos, de escolas, de feiras, de

estádios, de estações, e

Nas festas: religiosas, esportivas.

Você pode evangelizar usando outros meios, como:

reuniões em casas de família,

enviando mensagens para amigos pela internet,

enviando cartas a familiares e pessoas conhecidas,

emprestando filmes com temas evangélicos,

presenteando pessoas com CDs de música evangélica

de boa qualidade,

contribuindo com programas de rádio/tv com objetivos

evangelizadores,

ajudando na manutenção de missionários, e

dedicando-se à oração em favor dos que atuam em

missões e evangelização.

A evangelização também pode ser feita usando

métodos especiais para atingir pessoas internadas:

hospitais,

casas de recuperação,

cadeias, presídios, e

asilos, orfanatos e creches.

 

Quando fizer distribuição dentro de estabelecimentos,

lembre-se de pedir autorização para o responsável. Na

distribuição feita nas ruas, observe a legislação local,

cuidando para que os folhetos não venham a prejudicar a

limpeza pública.

 

Você pode acrescentar outros lugares e meios a essa

lista. À medida que se dedicar a esse nobre trabalho de

evangelizar, o Espírito Santo lhe abrirá novas portas e lhe

conduzirá a lugares onde o Evangelho deve ser pregado.

Para que isso aconteça fique disponível para Deus.

 

 

05 - COMO INICIAR E MANTER O CONTATO COM

UMA PESSOA

 

Quando falar com alguém sobre o Evangelho, não

faça um discurso. Se você permitir que a pessoa fale o

que pensa, ela se sentirá melhor. Procure manter um

diálogo. Leia uma passagem bíblica, faça um breve

comentário, apresente o seu testemunho pessoal, sempre

dando tempo para que ela possa entender o que você

disse. Mostre-se interessado no que ela quer falar.

 

Lembre-se, quem convence é o Espírito Santo através

da palavra pregada. Mantenha-se firme na mensagem a

ser entregue mas não force o seu ouvinte. Para iniciar e

manter um contato pessoal, você poderá fazer o seguinte:

 

Primeira Fase: Assuntos Comuns

Faça perguntas ou comentários rápidos sobre assuntos do

dia: trânsito, temperatura, clima, notícias políticas ou

econômicas, tomando o cuidado para não criar polêmicas.

 

Segunda Fase: Vida Familiar

Procure saber como se constitui a família dessa pessoa:

pais, filhos, etc. Fale também de sua família, de modo a

deixá-la à vontade para perguntar.

 

Terceira Fase: Atividades

Faça o mesmo em relação às atividades: onde trabalha, se

é empregado, se trabalha por conta própria.

 

Quarta Fase: Vida Espiritual

Procure conhecer quais crenças ou religiões a pessoa

segue. Não despreze a fé dela. Lembre-se de que sua

missão é levar a Salvação no nome de Jesus e não

condenar o seu modo de viver ou de crer.

 

Quinta Fase. O Plano de Salvação

No momento oportuno, apresente a Jesus como Salvador.

Veja a seguir como apresentar o plano de salvação.

 

CONTINUA NA PARTE B

Não foram encontrados produtos com essa seleção.